O que faz com que a piscina
fique com a água verde?

Chegar em casa após um dia cansativo, relaxar com a família e encontrar a água da piscina clorada, cristalina e pronta para o uso é um verdadeiro sonho. Mas ele pode se transformar rapidamente em pesadelo se a piscina estiver com a água verde.

A água verde na piscina é um verdadeiro sinal vermelho, pois indica que ela está imprópria para o banho. Mas não se preocupe; neste texto, vamos explicar o que faz com que a água da piscina fique esverdeada, como evitar esse problema e como tratar a água para solucionar a questão de uma vez por todas. Confira!

Quais as razões para a piscina ficar com a água verde?

A principal razão para a água verde é a infestação de algas que se acumulam na piscina. Essa proliferação pode ocorrer por falta de manutenção e tratamento da água, ou até por um tratamento inadequado que desequilibre os parâmetros.

E o pior: além das algas, um tratamento ineficaz da água leva à propagação de bactérias, fungos e outros micro-organismos nocivos à saúde. Ou seja, a água verde da piscina é uma verdadeira fonte de alergias e outras doenças.

Outras causas não tão comuns para a mudança na coloração da água são a presença do metal cobre na água da piscina, o excesso de ácido cianúrico e níveis desregulados de pH e alcalinidade. Tudo isso pode ser ajustado com o tratamento correto.

O que são as algas da piscina?

Tecnicamente, as algas são um agrupamento de organismos do reino protista (não, não são plantas). Elas são trazidas pelo vento ou pelas chuvas e tendem a se acumular nas bordas, nas laterais e no fundo da piscina.

Em geral, as algas se proliferam na piscina quando há condições favoráveis à sua sobrevivência, como a temperatura da água, a falta ou a insuficiência de cloro, pH excessivamente alto e outras condições.

Então, como evitar a água verde na piscina?

Como já sabemos, a água verde na piscina é causada pela presença de algas no local, o que ocorre, sobretudo, em função da falta de tratamento ou manutenção equivocada. Para evitar a água verde na piscina, algumas dicas são fundamentais:

Nunca deixe a água parada

A água parada permite a proliferação das algas, que conferem a aparência verde à piscina. Portanto, filtre a água diariamente para mantê-la limpa e em movimento constante.

Retire folhas e galhos

O acúmulo de folhas, galhos e insetos que caem na piscina também afeta a cor da água. Por isso, passe sempre a peneira para retirá-los e lembre-se: é muito mais fácil remover esses detritos enquanto eles estão na superfície, ou seja, antes de eles se firmarem no fundo da piscina.

Além disso, o material orgânico liberado pelas folhas, galhos e insetos na água da piscina servirão de alimento para que as algas se proliferem ainda mais rapidamente.

De olho no tratamento

Utilizando alguns medidores e produtos específicos, é possível avaliar e ajustar o nível da alcalinidade e o pH para evitar a água verde na piscina. O pH deve estar entre 7,1 e 7,4, e a alcalinidade entre 80 e 120 ppm.

O residual de cloro livre na piscina, da mesma forma, deve ser monitorado com os mesmos estojos de testes. O seu nível ideal, para piscinas residenciais, é entre 1,0 e 3,0 p. p. m., sem o que a água não estará devidamente “protegida”.

O cloro é o principal responsável por manter a água sempre limpa e em condições próprias para uso. Quando o tratamento não é bem feito ou a periodicidade não é a ideal, uma das consequências é o aspecto esverdeado.

Qual a importância de tratar a água verde?

A água verde é um claro indício de que a piscina está imprópria para o uso. Além de conferir uma coloração esverdeada nada convidativa à água da piscina, a presença de algas indica que o tratamento físico e químico não estão sendo eficazes. E, como sabemos, isso pode causar diversos problemas de saúde.

Quando a piscina não recebe o tratamento adequado, pode se tornar um foco de contaminação e causar doenças de pele, respiratórias, conjuntivites, diarreia, coceira, entre outras mazelas. Por isso, o tratamento preventivo da água é a melhor defesa.

Portanto, tratar corretamente e eliminar as algas da piscina não é uma questão meramente estética. Além do aspecto visual da água verde, que transmite uma péssima impressão, há a questão da saúde e do bem-estar dos banhistas. Nesse sentido, o tratamento proporciona a purificação e a sanitização da água.

Quando ocorre a infestação, é preciso realizar um tratamento de choque para remover completamente as algas e, posteriormente, atuar de forma preventiva para que o problema não volte a acontecer.

Como tratar a água verde da piscina?

Agora que já explicamos o que causa o esverdeamento da água da piscina e como evitar o problema, chegou a hora de mostrar como tratar a água verde e fazer com que a piscina fique limpa e protegida. Siga os passos abaixo:

Meça os parâmetros

O primeiro passo é verificar os parâmetros químicos da piscina, como o nível de cloro livre, o pH e a alcalinidade da água e a concentração de sal. É importante que eles estejam em equilíbrio para garantir a qualidade da água. Isso pode ser feito facilmente com os testes de medição, que são simples de usar e ajudam a manter todos os níveis balanceados.

Se for constatado o desequilíbrio, será necessário ajustar usando produtos químicos específicos. É importante começar corrigindo a alcalinidade e, em seguida, o pH. Caso a alcalinidade esteja baixa, inferior a 80ppm, será necessário usar um elevador de alcalinidade. Se estiver alta demais, acima de 120ppm, será preciso aplicar um redutor de alcalinidade.

Limpe a piscina

Em seguida, é necessário proceder com a limpeza física da piscina. Nessa etapa, deve-se escovar as paredes e o fundo da piscina para fazer com que as algas desgrudem e facilitar a ação do algicida que será aplicado posteriormente. Enquanto a escovação acontece, é necessário deixar a água da piscina circulando.

Além de realizar a escovação, também é preciso retirar qualquer partícula que esteja dispersa sobre a superfície, como insetos, folhas, galhos e terra, com o auxílio de uma peneira.

Faça um tratamento de choque

Chegou a hora de exterminar as algas usando um algicida de choque. Deixe o filtro na posição “recircular” e aplique o produto seguindo as instruções. É preciso deixá-lo agindo por algumas horas e, depois, manter a piscina em repouso por pelo menos oito horas.

Depois desse período de descanso, é hora de aspirar a piscina. Com o filtro na posição “drenar”, aspire com cuidado o fundo da piscina para remover o que restou das algas e, depois, complete o nível da água.

Aplique o cloro

Depois de acabar com as algas e recuperar a saúde da água, é necessário aplicar o cloro para desinfetar e proteger a água da piscina. Isso vai evitar que micro-organismos se proliferem e que algas voltem a se acumular, deixando a água verde.  

É importante que o cloro seja aplicado na quantidade adequada para que cumpra o propósito de sanitizar a água e manter a piscina saudável e própria para o banho.

Realize uma manutenção regular

Mas, atenção! Tratar a água apenas nos finais de semana ou no verão não ajudará a evitar a água verde na piscina! As algas proliferam-se com constância, portanto, é preciso que o tratamento seja constante.

Embora os cuidados devam ser redobrados na estação mais quente (devido à maior frequência de uso), a piscina demanda cuidados durante o ano todo. Mantenha a boa manutenção do local inclusive no inverno, para que a água não fique suja e impossível de ser recuperada.

Para evitar que a sua piscina chegue ao ponto de ficar com a água verde, é necessária uma manutenção regular. Assim, a água ficará sempre limpa e clorada na medida certa. Caso você não tenha tempo para realizar essa manutenção preventiva, vale a pena investir no trabalho de um profissional da área ou no tratamento automatizado na piscina da sua casa.

Existem equipamentos de alta qualidade que ajudam a manter a piscina sempre limpa e clorada, como os filtros que retiram o máximo de partículas de sujeira da água, os acessórios para limpeza que facilitam o processo de higienização, como as escovas, os aspiradores, e o gerador de cloro automático.

Encontre os melhores produtos para evitar o problema da água verde

Neste texto, você descobriu como evitar que a piscina fique com a água verde e como proceder quando o problema já tiver acontecido. Também aprendeu que o tratamento regular é essencial para a prevenção.

Temos uma linha completa de limpeza e manutenção de piscinas com os equipamentos e produtos necessários para manter o tratamento em dia, e também um aplicativo de dimensionamento de piscinas para facilitar a medição do volume da piscina e ajudar a encontrar os produtos mais adequados. Visite nosso site e conheça nossas soluções!

Nossas redes sociais

Veja também

Carrinho

Seu carrinho está vazio

Voltar à Loja